Produtores da Laticínio Stefanello recebem certificação de propriedades leiteiras livre de Brucelose e Tuberculose

10 de novembro de 2021

Parabéns aos nossos produtores Claudio Vargas, Eliseu Luiz Piton, Joziane do Amarante Piton, Maria Elisa Freu, Miguel Freu, Ocimar Freu, Roque Mossini, Valdir Vargas pela certificação de propriedades leiteiras como livre de Brucelose e Tuberculose!

Doenças como a brucelose e a tuberculose são caracterizadas como zoonoses (enfermidades transmitidas de animais para o homem) de grande importância para a saúde animal e pública. Inúmeros são os prejuízos causados por estas doenças. O MAPA (Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento) estima que tanto a brucelose quanto a tuberculose podem gerar grandes perdas na produtividade leiteira dos animais, aumentando a taxa de reposição animal na propriedade.

Diante disso, o MAPA no ano de 2001 criou o PNCEBT (Programa Nacional de Controle e Erradicação da Brucelose e da Tuberculose), com o objetivo de controlar e diminuir o número de casos dessas zoonoses, dentre as estratégias de atuação do PNCEBT destaca-se o programa de certificação das propriedades livres de brucelose e tuberculose que se mostra de grande importância, pois ao conquistar o certificado de propriedade livre o produtor passa a ter inúmeras vantagens, bem como maior facilidade para o trânsito de animais facilitando a comercialização dos mesmos, o rebanho passa a ser mais valorizado devido ao seu status sanitário e as perdas econômicas são reduzidas.

Dessa forma, os produtores do Laticínio Stefanello passam a receber incentivos para aderirem a este programa de certificação, pois além das inúmeras vantagens já mencionadas, os produtores também passam a ter maior ganho econômico, pois o laticínio passa a melhorar a remuneração paga ao leite oriundo dessas propriedades certificadas.

Quer saber mais? Entre em contato com nossos profissionais.


Imagens


Compartilhe